Estudar no exterior influencia a trajetória de líderes globais

Uma experiência no exterior pode mudar sua percepção de mundo e trazer impactos positivos não somente na vida pessoal e educacional, mas também atrair prospecções de carreira promissoras. Isso é o que aponta um novo levantamento desenvolvido pela plataforma Study.eu. A pesquisa entrevistou CEO’s de empresas pelo mundo inteiro e chegou à conclusão de que muitos deles aproveitaram a oportunidade de estudar no exterior ao longo de sua formação. Pelo menos um terço dos maiores representantes empresariais do mundo passaram pela experiência do intercâmbio e se enriqueceram intelectualmente a partir dela.

De acordo com a revista The Pie News, 32% desses líderes estudaram pelo menos um semestre de sua formação universitária no exterior. Os dados da pesquisa foram ainda divididos em regiões e a segmentação demonstrou que os CEO’s de empresas africanas são os mais propensos a experiências em outros países. Pelo menos 65% dos entrevistados na África passou por uma experiência de intercâmbio. Em comparação, na América Central e Latina, 41% dos entrevistados contou com essa experiência, 38% na Austrália, 36% na Europa, 29% na Ásia e 16% na América do Norte.

De acordo com o CEO da empresa que conduziu a pesquisa, Gerrit Bruno Blöss, ao estudar no exterior esses grandes líderes ampliaram sua perspectiva de mundo e foram preparados para enfrentar desafios de forma não convencional. Pode ser que os resultados não caiam do céu instantaneamente, mas é certo que, olhando para trás, cada intercambista sabe o valor que teve sua experiência. E o saldo é geralmente positivo.

[button link=”http://www.enjoyintercambio.com/orcamentos/” (target=”_blank”) (size=”medium”) (style=”outline”)]Gostou do que viu? Solicite seu orçamento[/button]

1 comentário em “Estudar no exterior influencia a trajetória de líderes globais”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *